quinta-feira, 3 de abril de 2008

Pedrone SuperClean

Atendendo à um pedido, executei um modelo de tamanho reduzido e sonoridade clássica, que ganhou o nome de SuperClean.

Como o nome já adianta, possui elevado headroom (capacidade de manter o som limpo em altos volumes), usando a seção de pré tradicional Fender Twin. Apesar de soar extremamente limpo e nítido, sua riqueza de harmônicos aumenta o "tamanho" do instrumento, parecendo soar como um coro de guitarras.

Como novidade, incluí uma chave de "tone shift", que altera o ponto de controle do equalizador, fornecendo mais médios ao resultado. Também incluí uma entrada direta pós-tonalidade, perfeita para ligação de pedaleiras e pré-amplificadores externos, usando desta forma o cabeçote como um power valvulado com controle de volume apenas.

Possui 50 watts RMS vindos de um par de 6L6, que se mostram suficientes para a maioria das aplicações em estúdio e ao vivo.


Um comentário:

O início da Crise está próximo... disse...

Ai, ai, meu patrão, quero testar essa máquina! U-hu...O Luiz tava tocando num show no Teatro das Bacabeiras mais cedo, com o Cobra. Fui só na passagem de som, ficou legal.